Perfil:

Alê Barros, Taurina, Teimosa, Geniosa, Estressada, Dorminhoca e Pavio Curto.Amiga até debaixo d'agua, adora animais de estimação, gente sincera e inteligente. Não tolera o cinismo, a falsidade e a falta de respeito que existe por aí!


Todo o conteúdo deste blog é de minha autoria, não me importo de dividir caso alguém queira, mas por favor peça por e-mail ou avise-me no espaço para comentários. Lembrem-se apenas de respeitarem os Direitos Autorais.
afreitasdebarros@uol.com.br



Histórico:

- Ver mensagens anteriores



Outros sites:

- Onde brinco de poesia...
- Alê Quites
- Alexandre ALF
- Cherry
- Dani Faxina
- Dani Antunes
- Dora
- Engraçadinha
- Escorpyana
- F. Reoli
- Gabi
- Luma
- Gueixa
- Marcinha
- Hank
- Hebe
- Julis
- Marco
- Kall
- Marta
- Miss Moura
- Pequeno Milagre
-
- VB
- Loba
- Meire
- Mário
- Cris Penaforte
- Cin
- Aninha Pontes
- Ruberto
- Kah
-
- Tathiana
- Crys
- Bill
- Bia
- Suelen Dias
- Lili
- Mel
- Fictícia
- Rosangela
- Babi
- Mulheres à la carte


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Créditos:

Template exclusivo by kessy



News!!

Olá, pessoas!!

Tá todo mundo com saudades das Caraminholas da Alê, né? Eu também.


É... Não é ela postando! Eu sou a Dani Antunes, e também sou leitora assídua da Alê. Aliás, era até ela não ter mais tempo para postar no blog. Uma pena.

Mas, e-mail pra lá, e-mail pra cá... E agora eu tenho uma boa notícia pra vocês.
Dona Alê Barros voltou à ativa!

Se juntou a mim, à Pitanga e à Engraçadinha, no blog Mulheres à la carte e escreve por lá sempre às quintas-feiras.

Como ela anda sem tempo para se dedicar ao blog e como lá é só um dia na semana - Quintas-feiras no caso dela e Sextas-feiras, no meu caso - fica mais fácil pra ela escrever.

Então, nos juntamos e falamos de coisas do cotidiano feminino. Cada dia tem uma de nós lá. Tá muito legal e com certeza vale um clique de cada um de vocês lá.

E, como eu passei por aqui e vi muita gente perguntando da Alê eu resolvi falar com ela pra deixar um recadinho via comments e ela, fofa como sempre, me passou login e senha, tô aqui.

A Alê tá bem, mas tá mto ocupada. E me passou recadinho pra vocês via e-mail. Aí vai:

"Diga a todos que morro de saudades, mas que minha vida deu um giro de 180º graus e ainda não entrei totalmente nos eixos. Mas to viva, bem, e assim que for possível mandarei notícias e voltarei as visitas."

Reacdo dado, post prontinho... O que me resta é agradecer à Alê por ser tão fofa comigo e por aceitar meu convite pro Mulheres.

Estamos todas muito animadas com ele e esperamos a visita de todos vocês.

Um beijo pra todo mundo,

Dani Antunes

Alê, volte logo que estamos com saudadeees!! rss



 Escrito por Alê Barros às 15h32
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


Bem pessoas, amei meu retorno, embora não tenha conseguido visitar todos ainda, pois meu tempo continua curto!!!

Mas vamos ao que interessa não é mesmo? Eu comecei a academia...sim, fui todos os dias e vou hoje também. O negócio acho que é mesmo viciante como dizem, pois já fico o dia todo pensando que a noite eu vou malhar...

Bem, melhor eu contar pra vcs o primeiro dia né??? Não, farei melhor, vou fazer um resumão desses meus quatro dias freqüentando uma academia...

 

1º dia – Avaliação Física – Um professor “stranger”, e uma sentença cruel.

Consegui fazer os 4 minutos de ergométrica...vamos, quero o coro: “ÒÒÒÒÒÒÒÒÒÒÒ...”. Fiz só 5 flexões de braço, 10 abdominais (com o stranger ainda pisando nos meus pés), e o exercício que fui melhor foi o de agachamento. No final descobri que sou meio “tortinha” (tenho um pouco de lordose, escoliose e mais uns oses aí), mas segundo o professor, tudo normal...

Meu treino é pra perder peso (ele quer que eu perca 10 kilos...aff, acho que vou malhar nos próximos 20 anos sem parar.) e ganhar massa. Mto óbvio né? dãããã

 

2º dia – Musculação de acordo com a minha avaliação física. Thiago é o carrasco...digo, professor que vai me auxiliar. Tenho 13 exercícios com 2 séries de 20 cada pra fazer. O primeiro é pro braço e correu tudo bem; já nos outros exercícios de braço, eu descobri que além de me faltar força, me falta tbém coordenação motora (caso mais provável). De frente pro espelho com os pesinhos, a vontade que tinha era de rir de mim mesma, pois eu levantava um braço, o outro pendia pro lado, eu corrigia um, caía o outro. Me preocupei com um deles que vc tem que fazer deitado, segurando um pesinho no alto e trazendo até a testa. Enquanto fazia a série me passou várias vezes pela cabeça que eu poderia deixar aquele peso cair bem no meio da minha testa....rsrsrsrs

Me enrosquei com uma tal cadeira de adução (ou seria abdução, redução???) pras coxas...simplesmente não conseguia sentar nela...kkkkkk ganhei uma mancha roxa por conta disso. Prestando o máximo de atenção enqto faço qualquer coisa, com medo de esbarrar em alguém ou algum aparelho.Terminei tudo e subi a pé pra casa, mais 25 minutos.Tudo correu bem...(graças a Deus e a nossa senhora das garotas desajeitadas...rs)

 

3º dia – Doloridinha mas feliz da vida e totalmente “sissi”. (sissintindo a poderosa...que besta né???rs). Notei uma pequena mancha roxa no braço...Sem musculação, 40 minutos de esteira até o corpo acostumar.

Dia tranqüilo, tudo correu bem, exceto por um único momento em que eu fui querer aumentar um pouco a velocidade e apertei demais o botão...rapidamente, ligeira como um ninja eu apertei o botão de – e tudo ficou bem...ahhhhhhhhhhhhhh...

 

4º dia – Fui sozinha pra academia; minha amiga foi fazer uma aula de samba (kkkkkkkkkkk). Não decorei os nomes de todos os aparelhos, mas o professor estava lá.

Série de braço com pesinhos em frente ao espelho; fiz errado, dobrava o braço e não era pra dobrar...conclusão: o professor mudou a série...kkkkkkkkkk (ele dá deve ter notado a minha falta de coordenação motora). Série de pernas...ainda não consegui sentar direito naquela merda de cadeira; bati novamente a perna no ferro e provavelmente mais uma mancha roxa. Enquanto fazia a série, deixei cair a garrafa de água, e a toalhinha que estavam no meu colo (tbém, que lugar eu escolhi pra colocá-los né?) Nessa hora o carrasco estava comigo, e acabou dando um risinho de canto de boca (agora ele deve ter certeza que sou atrapalhada).

Continuo desviando de tudo e de todos e prestando o máximo de atenção. Todo cuidado é pouco né?

Fiz tudo direitinho e mais um dia de caminhada pois estava sem carona.

 

5º dia – Será hoje, mas acredito que tudo vai correr bem tbém, afinal é só esteira, e pra não correr risco, não vou mexer em nenhum botão...rs

 

 

ps: hoje de manhã tropecei no meu quarto e caí...kkkkkkkkkkkkkkkk acordei até o Papis com o barulho que fiz...parece mentira, mas ainda virei o pé na rua mais duas vezes enqto ia pro ponto do fretado. Desajeitada eu??? Té parece...rs

 

“Eu se divirto”...

 

Beijocas...bom findy procêis...

 

 

 



 Escrito por Alê Barros às 12h21
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


De repente me deu saudades daqui, desse meu cantinho onde minhas “caraminholas” falam por mim, e saudades dos amigos que conquistei.

Pois é, acho que nunca fiquei tanto tempo afastada de um blog, nem mesmo quando era no “Mulher de 30 e poucos”...mas  não sei exatamente o que aconteceu, só sei que simplesmente não conseguia abrir o Word e digitar nada que prestasse.

Não que não tivesse algo de inusitado para contar, até porque quando se trata de Alê Barros, tudo pode acontecer né? Até tinha (ou tenho, sei lá), mas esse ano tá tudo tão diferente...no trabalho parece que as coisas ficaram mais punks, e meu tempo mais curto. Em casa sinceramente tenho uma preguiça absurda de ligar o pc (pra quem já foi louca pela net, é até engraçado...rs), trabalho muito longe, pego um puta trânsito pra voltar, chego tarde e cansada. Aí até penso em ligar, mas meuuuuuuuuuuuuuu...eu não tenho um micro, eu tenho um Lentium em casa, que mesmo com a banda larga não tá lá essas coisas. Aliás, já to vendo a hora de até a banda larga abandonar meu pobre lentium, de tão velho que o bichinho é.

 

Hã? Que? Ah sim! Não galera, não tenho novidades...rs mas talvez terei daqui há alguns dias...huahuhaahuahauhahua

Continuo no trabalho mesmo depois do sonoro não recebido, mas claro que não desisti, estou encarando tudo apenas como uma fase...

Eu tô bem, continuo a mesma palhaça de sempre, que perde o amigo/parente mas não perde a piada, que tenta enxergar só as coisas boas nas pessoas, e que aguarda ansiosamente por “aquela mudança” em minha vida.

E falando em ansiosamente...gente, eu devo ter a síndrome da ansiedade (se é que isso existe) porque ultimamente eu tenho estado demasiadamente ansiosa, e claro, comendo muito, e pior, coisas que nem sou de comer tanto. Tá f$#@@@...com isso dei uma engordadinha...

Só que dessa vez não vou ficar lutando contra a balança, fazendo loucuras como antes, tomei uma sábia decisão... óóóóóóóóóóóóó...rs

Sim meu amigos, cansei dessa vida sedentária que eu levo e decidi que é hora de arregaçar as mangas! Fiz minha matrícula na academia e minha avaliação física é amanhã. (pode treinador, vai sofrer comigo)

Decidi que como já tô indo pra casa dos 3.7 eu quero chegar nos 40 enxuta, e que por mais que me chamem de “tia”, não deixarão de me chamar de gostosona...huahhuahauahuahauaha...

Rolou até um “pacto” com uma frienda minha que vai fazer tbém, pra gente não largar a academia, e seguirmos com nossa meta.

Me aguardem queridos, em breve estarei lançando o livro: Como chegar aos 40 anos e ainda dar um caldo”...rs

Engraçado foi eu conhecendo as dependências da academia...rs Juro pra vocês que na medida que eu ia vendo a sala de musculação, aquela aparelhagem toda, já me deu um certo frio na barriga de quando realmente começar a fazer, pagar os micos que costumo pagar.

Papis foi comigo e até ele comentou: “Deus permita que vc não quebre nada aqui, e nem volte pra casa muito machucada”...kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Porque claro que pra mim é fácil tropeçar em alguma coisa, esbarrar, deixar cair uns pesinhos né...

Só torço pra não cair enquanto faço esteira, porque esse é pra mim um dos piores micos que alguém pode pagar. Principalmente se a academia estiver cheia...rs

E não ousem torcer contra hein???rs

Mamis tá cada dia mais lindona...já eliminou 42 kilos acreditam?

Pior que agora a magricela tá ficando metida pra caramba...agora tudo que compro pra mim ela já vem me zuar perguntando se serve pra ela...kkkkkk

Foi sem dúvida uma das melhores coisas que Deus podia ter dado a Mamis...a cirurgia dela. Hoje é ela outra pessoa, com tanta disposição...tão linda...

 

Galera, eu tava mesmo muito “morrida” de saudades de vcs...vou ver se agora crio vergonha na cara e começo a postar sempre como antes e a visitar.

 

Um beijo no coração de cada um!!!

 

 



 Escrito por Alê Barros às 14h01
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


Aff, correndo pra variar...mas eu tinha que vir!!! Afinal, o ano já começou né povo???

E por achar mais prático, falarei novamente por tópicos ok?

 

Dezembro/2007

 

 – Tive uma notícia ruim (que na verdade já esperava), mas nem por isso deixei que estragassem meu humor.

Mais uma vez fui conversar com a coord. sobre minha situação na empresa, sobre estar há 2 anos sem aumento de salário e sem previsão de crescimento. Deixei bem claro que estou desmotivada. Gostei muito da atitude da coord. atual que a meu ver fez tudo que podia, mas não depende só dela né? Enfim, não tive nada de concreto, nem sequer uma promessa. Fui radical, pedi pra mandar embora! A minha coord. não aceitou...pediu mais um tempo...eu topei...até onde eu agüentar (deixei claro). Afinal, todos temos nossos valores não é mesmo? Eu inclusive...rs

No mesmo dia do não, era o dia da festa da empresa...

Pois eu não deixei a peteca cair, e fui pra festa, linda, ruiva e saltitante...kkkk Me diverti até quase 3h da madruga, dancei até meus pés não agüentarem mais, e fiquei com pessoas que me sinto bem. Foi muito bom...num bar aqui em Sampa com a banda que toca no programa Pânico, a banda Viva a Noite. Depois na página da empresa, só dava eu de “Robert”...saí em várias fotos...hehehehehe

 

- Em compensação, aconteceram coisas boas também...além da festa que já citei, eis que numa terça-feira no dia 11 de dezembro, final de tarde, com pane no pc e quase na hora de ir embora, resolvo abrir meu e-mail particular. E lá estava um e-mail pedindo que eu entrasse em contato urgente pois queriam fazer uma matéria sobre os meus bordados em camisetas.

Hein? Como? Onde?...rs achei até que fosse vírus, trote, mas acabei ligando. E não era trote. Era mesmo a jornalista do Jornal Agora (aqui de Sampa) dizendo que encontrou meu site na net, que viu uma das minhas camisetas e queria fazer uma matéria pra Revista da Hora (que sai aos domingos junto com o jornal), para o Natal. A matéria era um passo a passo de como fazer a camiseta. Meu, nem pensei direito. Quando ela me disse que se eu topasse no dia seguinte às 18hs teria um carro da produção me esperando e depois da matéria eles ainda me levariam embora, nem pensei. Disse sim!

Fiquei toda cheia de mim, afinal no meio de tantos trabalhos lindos de amigas que tenho linkadas no meu site, gostarem do meu...E lá fui eu pra redação do jornal com meus apetrechos.

A matéria saiu na revista do dia 23/12 e na verdade saiu apenas as maõszinhas da Alê ensinando a fazer, e depois meu nome, telefone e site. Me senti...vendo minha matéria lá na revista...eu tava a própria Sissi né...(sissintindo). Eis o link aí pra vcs... http://http://www.flickr.com/photos/15174002@N07/

 

- Fiz muita camiseta no final do ano, encomendas que já tinha antes mesmo da tal matéria. Trabalhei pra caramba, mas compensou...porque não há nada melhor do que ver nos olhos da pessoa que ela realmente gostou do seu trabalho.

 

- Dia 15/12 foi níver do Cabeção, o Papis. O lindão fez 65 anos de saúde, bom humor e disposição. Foi mó legal...Mamis quis fazer uma festinha pra ele, e aí rolou um bolo, uns comes, os mais chegadinhos e até apagou as velinhas...dá hora! Meu pai é demais...

 

- Meu Natal foi básico. Eu, e o Fábio Júnior. Claro que ele na TV e eu na cama né...rs

Em casa por sermos apenas 3, não ligamos muito pro Natal, então comemoramos mesmo no almoço com um belo bacalhau da Mamis.

 

- E falando nela, Mamis está cada dia melhor. Já se foram uns 35 kilos ou mais...e ela hoje é outra pessoa. Dorme melhor, não se cansa mais, está mais disposta, fora o que tá se sentindo né? Aff...a bichinha é igual a filha...totalmente Sissi. Mas ela merece, é linda.

 

Janeiro/2008

 

- Meu Ano Novo depois de longos anos passando longe de casa, viajando com amigos, decidi que seria em casa com Papis e Mamis. Sei lá porque, mas meu coração me dizia que era pra eu ficar, apesar de todo o sol que fez durante os 4 dias. Não me arrependi, foi muito bom aguardar a meia noite junto deles e só nós três abrindo uma champagne e comemorando o novo ano. No almoço juntaram-se a nós um casal de amigos e minha tia.

 

- É isso galera...ah, e comecei o ano cheio de esperanças, expectativas e me achando o máximo, até porque se eu não me achar, ninguém mais achará né? E ainda não paguei nem um mico. Mas isso claro, é questão de tempo!!!! Hahahahahaha

 

 

Beijos e aos poucos vou na casa de cada um de vocês.

 

Indo pra festa...nada me abalou, nem mesmo o não que tinha acabado de ouvir...

 



 Escrito por Alê Barros às 13h15
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


Meus queridos (as),

 

 

Mais um Natal que chegou...e num piscar de olhos vem um novo ano...

Nossa, como tudo passou tão rápido!!!

Tive um ano onde consegui conquistar coisas que não esperava, que não imaginava que seria capaz, preservei meus antigos amigos e conquistei muitos outros, tão importantes quanto...

Se fosse fazer um balanço do meu ano de 2007 eu diria que foi realmente um ano de SUPERAÇÃO e de muita PACIÊNCIA.

Aprendi que muitas das coisas que queremos não acontecem no nosso tempo, mas no tempo que Deus determina pra nós...o tempo que estamos preparados para recebê-las.

Aprendi que podemos fazer nossas escolhas, mas que depois temos que arcar com as conseqüências...afinal, é o livre arbítrio né?

Pois bem, nesse ano de 2007 eu comecei fechando um ciclo que achava ser importante, virei algumas páginas do livro da minha vida, por achar que elas não seriam mais necessárias pra mim, e comecei a escrever um novo capítulo. Não me arrependi!

Fiz a opção de ser feliz acima de qualquer coisa, e mesmo que algumas vezes a vida insista em me dizer não, eu vou sempre dizer SIM a ela...

E com isso aprendi que por maior que seja o seu problema, a sua dor, a sua angústia, ainda assim a VIDA é muito melhor...e um sorriso sincero e um abraço curam qualquer dor!

Estou pronta para o próximo ano...pronta pra lutar e pra sobreviver...

Pronta pra desafios e pronta pra vencer...

E o mais importante de tudo, estou cheia de amor e de alegria dentro de mim...

Quero agradecer a todos que dê alguma forma contribuíram para que isso acontecesse em minha vida! Para todos aqueles que me deram um Bom Dia, um sorriso, ou apenas um olhar...

O que desejo pra mim em 2008 (e olha que só quero coisas boas hein...rs), eu desejo 2008 vezes pra vocês que fizeram e que ainda fazem parte da minha vida!

 

Não deixem nada para amanhã...a vida está aí, pronta, nos esperando de braços abertos...e a felicidade não está nos outros, mas dentro de nós!

Quando descobrimos isso, aí sim, seremos felizes para sempre!

 

 

Feliz Natal e um 2008 cheio de bênçãos...

 

Com carinho,

 

 

obs: pessoas, tenho coisas pra contar, mas meu tempo tá curtíssimo...e tomara que em 2008 eu tenha mais micos pra contar pra vcs...afinal, nada melhor que uma bela e gostosa gargalhada né?

 

 



 Escrito por Alê Barros às 13h38
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


Fala people!!! Saudades, mas ultimamente está impossível...continuo como Isaura. A “periquita” vai bem obrigada...huahauahuahauaua...e antes de contar uma coisinha pra vocês, tenho novidades. Fiz minha primeira venda via net das minhas baby looks...é galera...fiquei tão feliz! Estou trabalhando todas as noites pra dar conta de entregar no prazo.

 

Esses dias estava papeando com a minha amiga Dani Faxina no MSN, e falávamos sobre eu ser uma pessoa um tanto quanto desajeitada...hehehe pra meu alívio ela tbém me confessou ser assim. Só pra registrar, tudo que conto aqui é a mais pura verdade, aliás, foi por isso que criei o Caraminholas, pra ser eu mesma, a Alê Barros.

Então, durante a conversa me lembrei de dois fatos que aprontei em casa e que deixei Mamis simplesmente @$####%$#@#...

 

....pára tudo...momento feliz no meio do texto!!!

Como é bom ter amigos! Enquanto eu estou escrevendo esse post meu celular tocou, e era a minha maninha Marta do RJ (que só conheço via net), me ligando porque viu na TV que aqui em Sampa tá chovendo demais, e ficou preocupada comigo...aliás, todas as vezes que aqui chove mto, ela liga...diz que como SP é grande e não tem noção de onde estou, ouve que está chovendo já se preocupa...me diz, não é bom demais ter pessoas assim tão do bem que se preocupam com a gente? Mana, eu amo você!!!

 

Voltando...heheheh (dormi com o Bozo, tô mó engraçadinha hj)

Pois então, o armário da cozinha era novo. Aliás, novinho...não era lá essas coisas mas bonito. Uma noite enquanto Mamis fazia uns lanches pra gente, eu e Papis na cozinha, ficamos “tchatcharando” (conversando) e papo vai, papo vem eu me empolguei e simplesmente sentei no balcão do armário.

E “ni qui” eu sentei com a minha “pequena bunda” e relaxei, senti um estrondo.

Meu, eu quebrei o armário da Mamis...o bichinho pendeu pra um lado e eu tentando segurar (té parece)...foi só prato dentro dele caindo, copos... um verdadeiro estrago!

Minha cara naquela hora era de “ai Mamis, foi sem querer” e a cara da Mamis era “ #$#$%#$%#$ mas será possível que você não consegue deixar nada inteiro na casa Alê???”.

Resultado: Eu comprei outro armário pra Mamis, e ouvi por um bom tempo ela e Papis tirando sarro de mim por conta de minha pequena bunda...

 

Depois me lembrei de outra coisa, que aconteceu bem antes de eu quebrar o armário. Era uma época que não existiam camelôs e a galera ia direto pro Paraguay lembram? Pois então, Mamis que já vendeu até a mãe mas nunca entregou e é boa nos negócios, viajava pra lá de 15 em 15 dias no bate e volta pra trazer mercadoria. Ela ia na sexta e voltava no domingo e sempre eu ficava encarregada de cuidar da casa.

E eis que tô lá na cozinha, fazendo a janta pro Papis na sexta a noite, e enquanto cozinhava estava dançando...sim, o rádio estava ligado e não lembro que música tocava, mas devia ser uma que eu gostava mto...rs

E tô lá chacoalhando o corpitcho e de repente cismei de levantar a perna, assim tipo “Flash Dance” ou “ Dirty Dancing” (nessa época eu era bailarina, dançava jazz, aliás, pra quem não sabe dancei por 10 anos), então eu fui fazer um dos passos da academia...só esqueci um pequeno detalhe...

Eu estava de tênis, mas não estava calçando ele...sabe quando vc só enfia o pé no tênis e pisa na parte de trás?

Esse foi o pequeno deslize...”ni qui” levantei a perna pra me jogar, o tênis voou do meu pé e foi direto no vitrô da cozinha.

O resultado? Desastroso...quebrei o vidro da janela e quase matei Papis de susto com o barulho.

Lembro até hoje da cena do meu tênis indo em direção da janela...meu, parecia filme, ele voando em câmera lenta...

Pelo menos o tênis não caiu no arroz né???

E Papis sempre pegou mais leve comigo...só me disse duas coisas. A primeira foi: Mas como você é “jeitosa” né filha??? E a segunda foi: Quero só ver a hora que a sua mãe chegar...(essa foi a pior...rs)

Preciso dizer o que ouvi da Mamis? Acho que não né???

Então eu ontem resolvi perguntar pra ela se quando eu era criança eu também era desajeitada...

Sabe o que ela me respondeu:

Ah, era...mas não tanto como você é agora! Dããããã~....

 

 

Bom final de semana pra vocês...

Amo todos...

Beijos



 Escrito por Alê Barros às 10h21
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


Um post sem título...íntimo e impessoal...

 

Fiquei tanto tempo sem postar, e aconteceram algumas coisas....

Pra começar vou falar de um assunto estritamente pessoal, e porque não dizer, muito “do íntimo”. Mas, como o Caraminholas é um blog que falo tudo de mim, vou falar assim mesmo...portanto quem não estiver preparado pra ouvir minhas insanidades íntimas melhor fechar a janela e voltar depois. Caso você seja uma pessoa curiosa e sabe que não vai resistir, vai fundo.

 

Mas por que é íntimo? Oras, porque quando a gente fala da própria “periquita” o assunto é íntimo concordam??? Agora não é mais, vou desabafar com vocês...huahuahauhua

Bem, tudo começou lá atrás quando fiquei doente e me entupi de antibióticos. E pra quem não sabe o lance funciona mais ou menos assim: antibióticos demais = baixa resistência = uma coceira dos infernos lá na pobrezinha.

 

Pois é, miséria pouca é bobagem né? A gente sara “duma” coisa e ferra com outra. Só sei que fui na farmácia comprei um genérico e passei...o barato realmente sai caro, porque depois de uma cara passando, não melhorou. Liguei no médico e ele me receitou um outro que não podia ser genérico (e mais caro, lógico) e um sabonete líquido que também não foi barato. E lá vou eu começar a saga de novo.

Só que teve um dia no trabalho que o bicho pegou!!! Tava uma verdadeira festa de fim de ano na pobrezinha. Uns 15 milhões de fungos se divertindo por “lá”, com o som no último volume, todos chapados e enquanto isso acontecia, eu tentava me distrair trabalhando.

Graças a Deus que era quase hora de ir embora e pra minha salvação entrou no MSN minha maninha do RJ Martinha. Desabafei com ela...

Disse que enquanto estava sentada beleza pura, fácil de aturar a festa dos fungos, o problema seria a hora que eu levantasse pra ir embora.

Pensei então na estratégia de andar da forma mais rebolativa possível, pois assim enquanto caminhava podia disfarçadamente dar uma “aliviada” na coceira. Mas aí vi que a idéia não ia ser boa não...Já não tenho bunda pequena, é uma caminhadinha até o ponto do fretado...eu ia chamar a atenção de todos...e rebolando demais ainda poderia correr um sério risco de tropeçar nas próprias pernas né...

O fato é que falei pra Martinha rezar pra que eu conseguisse chegar até o ponto sem parar nenhuma vez pra me coçar...e ela pacientemente me disse que era pra eu procurar pensar em outras coisas, que me distraíssem...

Ah vá! Té parece...naquela hora a única coisa que me vinha à mente era uma daquelas escovinhas de lavar mamadeira....huahuhuahuahuahusuhaahha

Ufa...tinham que ver a minha pose de “não está acontecendo nada com a minha pobrezinha”, enquanto eu caminhava até o ponto. Agüentei firme e forte. Só não assoviei pra disfarçar porque não sei , senão teria feito.

Agora já tô conseguindo respirar mais aliviada, não tenho que dar umas reboladinhas porque já melhorei...mas sinceramente, quem já teve sabe bem o que é...

E pior, nem usei a pobrezinha e fiquei assim...seria a falta de uso? Empoeirou???rs

 

Ontem estava do avesso...literalmente! Era umas 11hs da manhã fui ao banheiro, e quando me olhei no espelho reparei num detalhe que nunca tinha visto antes na minha blusa...Não era um detalhe, era a costura da blusa. Ela estava do avesso. Vim trabalhar com a blusa do avesso, tirei o casado e desfilei toda “pirilampa” pela empresa e ninguém me avisou...tava ridículo! Vesti a blusa do lado certo, De repente, tô conversando na copa enquanto tomava um café, e sinto dentro da blusa algo livre, leve, solto...

Meu sutiã desabotoou...detalhe: ele abotoa na frente, então, foi cada peito do sutiã pra um lado da blusa...mais uma vez, lá vou eu correndo pro banheiro pra poder fechar o f.d.p..

Isso me aconteceu umas 3 vezes durante o expediente. Não tava mais nem relaxando, toda hora botava a mão pra ver se tava tudo em ordem...

Pra finalizar, tô lá no hall na hora do almoço conversando com a galera quando sinto algo me incomodar o ombro...

Era a &*$@#%$%$#% da alça do f.d.p. do sutiã que tinha soltado...

Puta merda, ninguém merece né?

Juro que se tivesse com  uma blusa mais justinha, eu teria joga aquela merda no lixo.

 

Tô Izaura total...fazia tempo que não ia pro tronco...mas esse mês tá punk! Tô tão cansadinha...rs

 

Desculpem-me, mas eu precisava usar este espaço pra meu desabafo íntimo.

 



 Escrito por Alê Barros às 16h11
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


Eis-me aqui!!! Senti saudades...

 

 

Uma vez fiz um texto falando da morte! Tá, eu sei que é estranho falar sobre esse assunto, mas pra mim foi uma forma até de eu tentar botar pra fora minhas angústias, todas as vezes que penso nela.

Definitivamente por mais que eu saiba que a única certeza na vida é a morte, que ela vai chegar um dia pra todo mundo, eu não aceito, e não entendo. Acho que não sei lidar com perdas...

E por que tô falando disso?

Porque na quarta passada infelizmente eu tive que ficar muito próxima dela, vi de perto como funciona, e nem preciso dizer que tô arrasada né?

Estava voltando pra casa, louca pra chegar logo, afinal na quinta era feriado, e até que o fretado passou no horário...depois pegamos um pouco de trânsito mas beleza...estávamos quase chegando em casa, quando de repente todo mundo sentiu um negócio estranho no ônibus, e um barulho.

O motorista parou pra ver o que era, e quando abri a janela me deparei com uma cena horrível.

Uma moto de um lado, um rapaz do outro.

Todos nós descemos pra ver o que houve, foi uma correria, o trânsito virou um caos, ligamos pro resgate (que demorou pra kct), só que não tinha mais tempo pra nada.

Até agora não conseguimos entender direito o que aconteceu, só sabemos porque o casal do carro de trás viu, que o rapaz desequilibrou-se da moto, e infelizmente caiu exatamente no momento que o fretado passava. Não houve colisão, o fretado não estava correndo, não houve erro por parte do motorista (que por sinal é o nosso melhor motorista da linha).

A moto do rapaz ficou intacta, sem um arranhão. Já ele não teve a mesma sorte, pois foi atropelado pela roda traseira do ônibus.

Ao descer do fretado, de cara a coordenadora já me avisou que não havia mais o que fazer, mas até o fim quis acreditar que ainda havia um sopro de vida.

Não houve danos terríveis como nesses acidentes, o que vi ali foi um corpo de um jovem que pra mim não devia ter mais que 20 anos, caído, de capacete, completamente imóvel, e um pouco (ou mto não sei) de sangue ao seu lado.

Além da tristeza em ter que ver tão de perto como a Dona Morte age, ainda me doía ver o desespero contido do nosso motorista vendo tudo aquilo, sem ter tido culpa alguma. Ele estava passado, tão passado que quase não falava, não se movia.

Na hora a única coisa que me vinha à cabeça era na família daquele rapaz. Se ele era casado, se tinha filhos, imaginei seus pais esperando por ele em casa e recebendo a notícia de que ele não chegaria mais...tudo isso pra mim é dificílimo de entender...

Quando o resgate chegou e tirou o capacete dele, tive a certeza de que realmente era um garoto. O resgate levou e com isso todos quiseram acreditar que ele ainda iria lutar pra viver.

Fui embora arrebentada por dentro, passada, triste. Porque ouvir dizer é uma coisa, mas presenciar é completamente diferente.

Mais tarde soube que seu nome era Vinícius, tinha 20 anos e fazia faculdade. Morava muito próximo de onde aconteceu o acidente...

Orei por ele e por sua família...

Desde então não há um dia que não me vem à cabeça a cena horrível que presenciei, e então penso nos familiares, na dor que devem estar sentindo. Sei que só o tempo vai amenizar o que estou sentindo,mas enquanto isso, me sinto cada vez mais impotente...tenho medo dela...mas não posso deixar que esse medo me pare não é mesmo?

Essa noite tive pesadelos, fui dormir com a Mamis...tamanho era meu pavor!

 

Vai passar, eu sei que vai!!!

 

 

Orem pela família que ficou...

 

Beijos!!!

 

 

Ps: talvez nem hj eu vá visitá-los...tem auditoria da ISO na empresa.



 Escrito por Alê Barros às 10h35
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


Bom dia people!!!

 

Cá estou firmona novamente. Gastei uma fortuna de antibiótico (como ficar doente gasta né???rs), mas em compensação já estou zerada, mas não pronta pra outra.

Como já disse antes, meu tempo tá se tornando cada dia mais escasso por conta de tanto trabalho, e já comecei a semana “impedida” de postar e visitar amigos!

Ando tão zen pessoas...

Zen assunto, zen micos básicos pra contar (uhu, milagreeee), zen historinhas do fundo do baú, zen nada...rs

 

Então pra não passar batido, porque eu, mesmo sem assunto me recuso a vir aqui e não dizer nada, resolvi deixar mais “partes de mim” pra vcs me conhecerem melhor...

 

- Eu detesto frango. Portanto se me convidarem pra um almoço, não façam frango.

 

- Em compensação eu amo ovo. Uhuahuauhauhau Ovo mole, ovo duro, cozido, na salada...menos cru.

 

- Tenho pânico de ratos, a ponto de passar mal cada vez que me deparo com um monstro desses. (trauma de infância)

 

- Falo mais que o “homi da cobra” e desde o jardim da infância os professores reclamavam que eu era “mto boazinha e tals, mas que falava demais.” Detalhe: aos 2 anos Mamis me levou ao médico pois eu apenas balbuciava algumas palavras e ela achava que eu era muda. Hoje ela brinca dizendo que bendita a hora que me levou no médico; eu nunca mais parei de falar...huahuahuahuauhau

 

- Ah, to zen namorado também...kkk avulsa geral e até semana passada nem resfriado eu pegava...agora evolui! Peguei uma puta gripe!!! E foi só.rs

(mas eu não quero encrenca, por isso melhor ficar só por enqto)

 

- Sou pára-raio de gente louca, e de confusões. Eu consigo atrair doido até em ponto de ônibus. Sem noção...

 

- As únicas bolachas que amo de paixão são Wafer e Passatempo. Portanto, não se atrevam a me oferecer “uma bolacha” porque em segundos eu como o pacote inteiro. Tenho dentro de mim um mendigo, só pode ser...ou um monstro devorador.

 

- Falo, grito, choro, gargalho, brigo...tudo enquanto durmo. Mas eu não ronco!!! Hehehehe

 

- Quando sou boa eu sou ótima, mas se resolvo ser má, sou melhor ainda. Resumindo: Eu faço tudo por alguém, arranco a minha roupa e dou se for preciso, mas se pisar na bola comigo, é uma única vez, sem chances.

 

- Toda vez que faço uma viagem fico encanada que vai me dar vontade de fazer xixi.

 

- Eu comecei a escrever um romance policial, mas parei no segundo capítulo.

 

- Tenho como hábito sempre acreditar nas pessoas. Tenho como vivência, sempre cair do cavalo com elas, mas tenho como persistência, acreditar que na caixa ainda vou encontrar laranjas boas, no meio das podres.

 

- Embora não pareça, eu sou uma pessoa tímida. Principalmente em relação a paqueras. Sou tão discreta, mas tão discreta qdo paquero alguém que o alguém nem percebe.

 

- Todas as vezes que vou ao banheiro da empresa, eu sento no vaso e fico viajando enquanto olho pela janela. De repente, me bate um desespero, achando que “do nada” vai aparecer um limpador de janelas e me ver sentada no vaso. (paranóia)

 

- Eu juro que queria algo melhor, mas eu também gosto de improvisar as coisas, mesmo que elas fiquem uma merda...rs

  

Beijos cheios de saudades...

  

Ps: pra quem se interessou pelas camisetas, só me mandar um mail. Tá bem aí ao lado meu contato.

 

 



 Escrito por Alê Barros às 13h23
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


Só pra constar...quando não é a falta de tempo que me impede de visitar, é a Alê Barros achando que pode ficar "doentinha"...rs Fiquei dois dias ausente do trabalho porque estava com infecção nos brônquios! Tô melhor, mas tomando antibióticos. E pra quem pediu, algumas das minhas obras...mais, vocês encontram aqui ó http://www.flickr.com/photos/15174002@N07/.

 

bom final de semana...

beijos

 



 Escrito por Alê Barros às 10h54
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


Enquanto isso...

 

- Viajei no feriado com meus amigos. Me excedi em tudo; Comi demais, dormi demais, fumei demais, choveu demais e ri demais...foi ótemo!!!

 

- O que antes era de menos, agora é de mais...desde a semana passada que tá “fueda”...deu um boom de vagas aqui no RH e de repente tô tendo que assoviar, andar e mascar chicletes. Difícil pra minha coordenação motora...kkk

 

- A falta de tempo, (ou seria o excesso de trabalho???) está me deixando sem poder fazer minhas visitas que tanto gosto, e malemá (ditado véio esse...rs) olhar o meu blog.

 

- Tá, agora alguém pode perguntar: “Mas e a net em casa, vc não tem???”. Tenho sim, mas a noite é a única hora que tenho pra customizar minhas baby looks.

 

- Falando nelas, meu sonho é trabalhar apenas com artesanato. Aliás, tô repetitiva, pois já falei isso aqui. Os trabalhos estão super bem, com encomendas, graças a Deus. Pena que é um trabalho demorado.

 

- Eu devo ter cara de idiota, não é possível! Porque nunca vi uma pessoa ser feita de besta feito eu...huahauhuauaua...Mas beleza, a gente engole os sapos, pererecas e afins e vai levando. Um dia tudo muda!

 

- Não sei o porquê de fazer esse post em forma de tópicos.

 

- Tenho exercitado demais minha tolerância e minha paciência pra que tudo aconteça no momento certo. Pra começar não reclamo mais da vida, nem de coisas tão pequenas...aliás, já tem um tempo que tô fazendo isso e tenho tido ótimos resultados. Agora só falta a paciência!

 

- Odeio gente falsa, intrometida e petulante. Mas tenho que conviver com várias delas...huahuahuahgauhaa

 

-  Finalmente o Enzo tá “se ligando” que eu sou a madrinha dele. Na viagem me chamou algumas vezes de “madinha’ e eu desmontei...rs Fofo meu bebê!

 

- Mamis tá ótema. Cada dia mais magra, e com as roupas largas! Dezembro vai ter que ganhar roupas novas.

 

- Finalmente fui ao médico. Mas não no clínico, fui no “xanista” mesmo. Ele me passou vários exames pra fazer e não me perdi. Também, é do lado de casa...huahuahauauaua

 

- Eu escolhi o Bush pra falar por mim, não porquê gosto dele, pelo contrário...mas porquê era a única foto que encontrei pra fazer a montagem...kkkkk

 

- Pra finalizar...eu quase paguei um mico básico em plena segunda de manhã. Entrei no banheiro do RH pra fazer um xixizinho básico, e enqto tô abaixando as calças, tô olhando pela janela, pensando na vida, vendo o tanto de prédios que tem em Sampa, etc...

“Ni qui” eu me sentei, senti um imenso vazio e nada de chegar a privada.

A tampa tava levantada, e por um triz eu não molho a bunda na água e não fico de pernas pro ar dentro do vaso sanitário.

Agora me pergunto: Pra que levantar a @%&***&¨&¨da tampa se temos apenas mulheres que usam este banheiro???

Ou será que não???

 

- Beijos em forma de tópico pra vocês e vou ver se visito a casinha de vocês.

 

 



 Escrito por Alê Barros às 14h36
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]




 Escrito por Alê Barros às 14h54
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


Pra que facilitar se a gente pode complicar???

 

Pois é, na terça eu tinha médico...depois de um longo e tenebroso inverno finalmente...

Só que tem dias que não devemos nem sair de casa..., recebemos sinais e ignoramos por completo...heheheh Pra começar bem minha manhã de terça, acordei com um galo na testa! Sim pessoas, um galo!

Fui levantar durante a madrugada pra ir ao banheiro e saí do lado errado da cama e ao invés de sair, fui de cara na parede!!!kkkk Fiquei tão puta que nem levantei, virei pro outro lado e dormi.

Tá, mas eu tinha médico e não ia perder por nada, então levantei super disposta, arrumei a cama antes de sair pro trabalho, porque eu tinha visto num programa uma mulher dizer que qdo levantamos e arrumamos a cama, nosso dia será maravilhoso. Então, segui seus conselhos!

Já tinha pego o itinerário na SPTrans, então pra mim estava fácil. No ponto do ônibus, perto do trabalho já recebi outro sinal, mas resisti.

Um mudo veio me pedir informações queridos...até aí nada de mais se não fosse pela minha “destreza” né? Tadinho, ele tentando me perguntar algo e eu ao invés de ajudar, só estava atrapalhando porque não entendia...até que ele desistiu e me deixou falando sozinha.

Entrei no ônibus e já fui pedindo informações, pois não conheço nada de Sto Amaro (o bairro onde era o médico). O ônibus era daqueles que tem portas dos dois lados sabem? Pois é, fui descer e fiquei igual uma pata esperando na porta errada até que o cobrador avisou da outra porta. Detalhe é que eu nem tinha reparado que tinha outra...kkk

Pela SPTrans, a rua da clínica estava a uns 600mts de onde eu desci, então na medida que ia subindo a avenida eu parava alguém pra perguntar da rua...só que uma única pessoa me ensinou o caminho..e lá fui eu...

Só subida, e subida que não acabava mais, e os 600mts ficando cada vez mais longe.

Cansada, com vontade de fazer xixi e com fome, finalmente cheguei na rua. E “ni qui” ameacei um sorrisinho olhei pra numeração e quase caí dura. Eu estava no nº 2486 e o nº da clínica era no 140! Olhei pra rua e ela não tinha mais fim, seria impossível eu caminhar até o começo dela. Mas nem que eu virasse um tatu bola e saísse rolando eu chegaria a tempo e não tinha ônibus pra lá. Achei que tinha anotado o nº errado e liguei pra recep. do trabalho pra pedir um help. Ela ligou na clínica e o telefone não funcionava...kkk ligou na Amil e descobriu (uia, até rimou) que tava certo o nº. A essa altura eu já estava descendo pra voltar pro trabalho. E lá fui eu de volta para o corredor de ônibus. Parei em um e não era o meu, desci mais um pouco e parei em outro que tbém não era o meu,até que chegou uma hora que não tinha mais ponto, logo era aquele mesmo.

E espera, espera, espera e nada de ônibus passar...quer dizer, até passava né, mas não o meu. Terminal Bandeira deve ter passado uns 325 e o meu, nadica...

Até que fui pedir informação pra um Sr. e de repente vejo o f.d.p. do busão passando fora do corredor. Aí o Sr. me disse que ônibus passava no ponto fora dos corredores e me explicou onde ficava. E lá vai a pata aqui, subir mais um tanto daquela %*###%$ Av. Sto Amaro até chegar no ponto. A essa altura o mendigo que mora dentro de mim já dava altos sinais de fome né? E ônibus que é bom nada...no outro ponto era o Terminal Bandeira que passava toda hora e no que eu estava era Praça da Sé...uns 255 mais ou menos...rs

Tava ficando cansada já, então fui me apoiar no ponto do ônibus sabem? Meuuuuuuuu...na hora que me apoiei senti o pau do ponto ficar mole (estranho isso né???Rs) e quase caí. Só então percebi que o ponto de ônibus estava amarrado com arame no poste...pior é que nessas horas o mico não pode ser solitário né? (os meus nunca são) e quando olhei pra cima, tinha um ônibus parado no ponto, e umas mocinhas com risinhos bestas na cara...de certo devem ter percebido que me encostei no ponto e quase caí...

E de repente o que eu tava achando “engraçado”, passei a achar uma porcaria...e comecei a reclamar sozinha...reclamei tão alto que um homem que tinha acabado de chegar perguntou pra onde eu queria ir...(eu  já estava 40 min esperando...rs) e quando falei, adivinhem a resposta dele???

 

- Ah moça, esse ônibus não passa aqui não...ele passa no ponto do corredor...kkkkkkkkkkkkkkk

 

Não, não podia ser verdade! Achei que o Tiozinho tava me zuando...mas não, era verdade! E devia ser mesmo porque 40 min num ponto e não passar ônibus...provavelmente o ônibus que eu tinha visto deve ter cortado o corredor, por isso não parou no ponto que estava...só que eu não paguei pra ver não...

O xixi já tava batendo na porta, a fome aumentando e a irritação tbém. Não me restou mais nada a não ser dar sinal pra um táxi e voltar pro trabalho.

Ainda bem que a “chefis” nova é compreensiva...tiraram foi sarro de mim! A recepcionista ria tanto que achei que ia ter um colapso...aff...

Resultado da minha deliciosa e divertida manhã: Fui ao médico mas não cheguei nele, fiquei a manhã inteira tentando pegar um único ônibus pra voltar pro trabalho e não consegui e ainda gastei 20 conto de táxi...senão estaria lá até agora esperando né...rs

 

Fiquei com medo até de sair da minha sala, depois de uma manhã tão zuada como a que tive...afinal, eu tinha ainda a tarde toda né??? Uma hora até olhei pra cima pra ver se tinha uma nuvenzinha me perseguindo...vai saber né???

Oh dia, oh céus!!!rsrs

Já diz o ditado né: O que é um peido pra quem já está cagado???

Agora sabe quando vou arrumar minha cama de novo pra eu poder ter um dia maravilhoso???

NUNCA MAIS...de agora em diante eu vou até dar nó nas pontas do edredom pro efeito sair contrário...rs

 

A gente se ferra, mas se diverte...

 

Beijos e bom findy!



 Escrito por Alê Barros às 10h21
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


Shalom!!!

 

Pois é, como disse a Cherry, o Pedrão é chegado meu!!! Vocês viram o sol que fez no findy? Ah, mas ele tinha bons motivos pra mandar um sol lindo como nos mandou...

Seguinte, como prometi vou contar porquê queria tanto um findy com sol...

Na empresa temos agora um depto de Responsabilidade Social, então juntamos algumas colegas do RH (inclusive eu) e a galera do marketing, escolhemos uma ONG aqui de Sampa e começamos a correr atrás pra fazer uma festa do dia das crianças pra galerinha que freqüenta a ONG.

Como trabalho em um consultoria de informática, temos muitas pessoas aqui, então fomos passando de baia em baia e perguntando se eles queriam “adotar” uma criança, trazendo um brinquedo pra festa...e pra nossa surpresa, todas as pessoas aderiram, trouxeram presentes e ainda conseguimos os docinhos, os lanches, refrigerantes e água dos nossos parceiros. Ou seja, tínhamos tudo pra fazer uma festa linda “pras” crianças...

E foi realmente muito linda nossa festa! A ONG Gotas de Flor com Amor abriga crianças que vivem em situações de risco, em três favelas aqui de Sampa, que fica no aeroporto de congonhas. São crianças extremamente carentes e que pra não ficarem o dia todo nas ruas, ficam na ONG onde exercem várias atividades.

A festa foi feita para 150 crianças e além dos brinquedos e do lanche, ainda conseguimos um DJ (que é um consultor que se dispôs a fazer a boa ação conosco) que animou a festa, e organizamos pra eles várias atividades, desde pintura em rosto e em papel, jogo da memória, qual é a música, até curiosidades, etc...

Há tempos eu estava querendo fazer um trabalho voluntário, e esta ação veio na hora certa. Não há nada que pague dedicar algumas horas do seu dia dedicados à pessoas carentes, que precisam apenas de um sorriso, um pouco de atenção, um afago nos cabelos, um abraço...e fiz tudo isso!!!

Abracei, beijei, apertei, sorri, brinquei...tanto que hoje tô arrebentada! Afinal, crianças tem um gás só né? Mas tá valendo cada parte do meu corpo dolorido, apenas por poder ter visto de perto o sorriso de cada uma quando recebeu seu presente.

Legal foi que bolamos um esquema para que cada padrinho/madrinha recebesse da criança que escolheu, uma cartinha com um desenho, um obrigada...

Então, cada um que ganhou seu presente, escreveu uma cartinha pra seu padrinho/madrinha e vamos entregar hoje pra eles...

E eles estão ansiosos pra saber o que cada criança escreveu na cartinha...

Fazer um trabalho voluntário é algo mágico, te dá ânimo pra enfrentar qualquer parada, quando vc olha para cada criança e vê que mesmo com todos os problemas que elas tem, elas conseguem sorrir! Então pra que vamos desanimar, vamos reclamar da vida e do que temos não é mesmo? Temos mais é que agradecer a Deus todos os dias e correr atrás dos nossos sonhos, porque só quem sonha sabe viver...

Fiz muitos trabalhos voluntários quando era criança. Ia com a minha mãe em creches, orfanatos e lembro que sempre gostei de ajudar as pessoas. Uma vez juntei o dinheiro que ganhava da mamis e papis e no final do ano fui ao mercado e comprei tudo em pirulitos e balas pra distribuir pras crianças.

E depois de anos tive a oportunidade novamente de me encher de alegria em trabalhar como voluntária.

Meu coração está em festa e minha alma brilha...estou com sede de viver e principalmente de ajudar cada vez mais as pessoas!!!

 

Fazer o bem só nos faz bem...

 

Beijos e semana de paz pra vocês!!!



 Escrito por Alê Barros às 13h08
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]


Hei People!!!

 

 

Sexta-feira de chuva e frio aqui em Sampa. Pena que amanhã a previsão será a mesma, porque vou a um lugar lindo, e pra festa ficar melhor seria bacana o sr. Sol aparecer...mas beleza, ainda assim ela vai ser linda. Nem adianta me perguntar, só na segunda eu conto pra vocês e se der ainda coloco as fotos!!!

Ah, como sou prima do Pinóquio e tenho cara de pau, preciso da ajudar de vocês...ou de quem souber e quiser me ajudar...

Como todos já sabem, eu customizo baby looks, mas pretendo ampliar meus negócios, já que sou apaixonada por artes e quem sabe um dia eu deixo de trabalhar pros outros e viro dona do meu nariz né? Mas, vamos ao pedido...como sei que tem uma galerinha que manja pra caramba de computador, de idéias, eu gostaria de pedir a ajuda para a criação do logo da minha marca (ai, que chiquis...rs) que é Collore. Só que sinto que está faltando alguma coisa, algo a mais pra dar aquele tchan. Então caso alguém manje de criar logos e puder de ajudar, vou ficar imensamente feliz, e mesmo que não manje mas quiser me dar idéias, elas são mto bem vindas.

 

E como sou uma personagem dos filmes de Wood Alen segundo Bill, e segundo o Marco eu sou o Mister Bean de saias, eu tinha que viajar mais uma vez na maionese né? Essa última que fiz, até eu não acreditei...vejam só...

Estava eu, Carol, Garol, voltando pra casa (pra variar no fretado), quando passamos em frente a uma loja na Mooca e comentei que lá tinha uma Pantera Cor-de-Rosa linda, grandona...e aí, mostrei pra Carol (que estava sentada ao meu lado) a bichinha...mas, de repente me deu um branco no cérebro e solto essa: Carol, que bicho que é mesmo a Pantera Cor de Rosa? E “ni qui” fiz a pergunta, já consertei falando pra ela esquecer, mas não teve jeito...

A Garol já tava disfarçando pra não rir e a Carol educadamente (sarcástica e rindo mto é claro) me respondeu que era um esquilo...kkk

Como alguém em sã consciência faz uma pergunta tosca dessas... Como diz Carol, é a mesma coisa que perguntar “ Do que é esse pastel de pizza mesmo?”...rs

Ainda bem que eu não tomo tóxico senão tava fu...desci do fretado me matando de rir, sozinha da minha pergunta idiota.

Só podia ser eu mesma...

Ontem comprei um brinco no camelô que fica em frente o trampo...um grande, bonito...mas ele queria que eu comprasse um maior, só que disse a ele que era muito desajeitada e iria arrancar minha orelha se colocasse um brinco mto grande.

E tô eu lá no fretado, voltando sozinha pra casa...soltei o cabelo e fiquei de boa...de repente percebi que estava sem os dois brincos. Já comecei a esbravejar, afinal o brinco me custou o “zóio” da cara, 3 conto...huahuahuauhua

Me mexi pra procurar o brinco e adivinhem onde eles estavam???

Não, essa ninguém vai adivinhar!!! Um estava grudado no meu cabelo, na parte da frente, perto da orelha mesmo...já o outro...sabe-se lá como foi parar na nuca, “muquiado” no cabelo. Ou melhor, no ninho de mafagafos que meu cabelo se encontra. Imagina agora a cena se eu não percebo e desço com eles grudados no meu cabelo?

De certo eu iria até dormir e não perceber...kkkkk só rindo mesmo! Parece brincadeira, mas quem me conhece sabe que é assim mesmo..eu sou pára-raio de gente doida, de coisas estranhas, e de fatos estapafúrdios na minha vida!

Aliás, meu cabelo tá igual bandido: Ou tá preso ou tá armado. Ele anda numa indecisão, numa crise de identidade que só vendo...não sabe se é enrolado, ou liso (eu tenho, ou pelo menos tinha o cabelo liso) e nessa indecisão ele fica ondulado. Um ondulado por sinal horrível, parece que fiz tranças, dormi com elas e depois soltei!

Santa escova progressiva! Preciso de uma urgente...afinal, meu cabelo tá virando caso de polícia...uhuahuauhauhua...

É isso, por hoje chega de tantas caraminholas né?

Segunda volto com as novidades.

Tenham um lindo final de semana.

E fiquem com Deus!!!



 Escrito por Alê Barros às 12h27
[ ] # []
[ envie esta mensagem ]